MARCAÇÕES › 800 914 900

FAQ

De que forma a Secret Beauty garante a proteção dos meus dados pessoais?

‌A Secret Beauty responsabiliza-se pela proteção dos dados pessoais que nos foram confiados por si. Garantimos que não os damos ou vendemos a terceiros e apenas os utilizamos para os fins que autorizou.

Para saber mais sobre a nossa política de privacidade consegue este link.

Tratamento de osteopatia ginecológica

‌O tratamento osteopático nesse campo, como no restante dos casos, deve exercer uma abordagem como um todo.

Dependendo da origem, o tratamento pode ter mais efeito em algumas áreas ou outras: cranial (em casos de estresse, alterações hormonais ...), diafragmas, pelvis ... Em alguns casos, é necessário, desde que o paciente concorde, realizar algumas técnicas internamente, se houver cicatrizes internas ou desalinhamento uterino ... é tão importante restaurar o continente quanto o conteúdo.

(Qualquer tipo de intervenção nunca será doloroso.)

Benefícios do tratamento da osteopatia

‌A medicina tradicional geralmente trata os sintomas do problema, mas muitas vezes não trata a sua origem, o que pode ter como consequência a não resolução do problema.

Na osteopatia, tentamos perceber donde parte o problema, e assim, sermos mais capazes de alcançar a solução.

Da medicina convencional, há um grande uso de medicamentos que podem ajudar em muitos casos. A Osteopatia surge como uma alternativa não farmacológica, tentando que o próprio corpo consiga desenvolver os elementos internos curativos necessários.

É necessário contudo, o despertar a compreensão e o interesse do paciente neste tipo de tratamento.

A eficácia das técnicas osteopáticas em idade pediátrica (0-18 anos de idade)

.A consciencialização da importância dos cuidados de saúde e a crescente literacia em saúde é hoje uma realidade. Simultaneamente, e como consequência deste mesmo interesse a procura de soluções complementares à medicina tradicional, nomeadamente na área da pediatria, tem aumentado de modo exponencial, ano após ano.

Na Europa, é elevada a difusão da osteopatia pediátrica entre a população e a própria comunidade médica, sendo comumente aplicada aos recém-nascidos como tratamento e prevenção de diversas condições comuns.

A osteopatia pediátrica visa estabelecer o funcionamento pleno das estruturas e sistemas corporais, agindo através da intervenção manual sobre os tecidos (articulações, músculos, fáscias, vísceras, tecido nervoso, vascular e linfático).


A base do crânio do bebé é uma região extremamente importante que é submetida a grandes forças de compressão durante o parto, que podem estar na origem de deformações e assimetrias cranianas que podem ocasionar, por sua vez, manifestações clínicas habituais nos primeiros tempos de vida:


Alguns estudos sugerem mesmo que até 80% de todas as crianças contraem lesões no processo do parto. "As tensões músculo-ósseas que suporta o neonato durante o nascimento podem causar problemas durante a sua vida inteira".

Reconhecer e tratar estas disfunções no período que segue imediatamente ao nascimento é, por isso, de inestimável importância.

O parto é seguramente um dos momentos mais stressantes na vida de uma criança. O recém-nascido é submetido a muitas tensões durante esta fase: o útero empurra-o contra as paredes do canal vaginal, processo que obriga o bebé a reposicionar-se, rodar sobre o seu próprio eixo, enquanto é comprimido entre os ossos pélvicos para que depois ocorra a fase de expulsão. O crânio do recém-nascido tem assim que se adaptar às contrações uterinas, apresentando muitas vezes diferentes formas que podem estar na origem de escolioses, má oclusão dentária, astigmatismo, irritabilidade, etc.


É muito comum ouvirmos, seja por leigos ou por profissionais da saúde, que cólicas, refluxos, obstipação ou distúrbios do sono nos recém-nascidos são “normais”! Porém, de acordo com a osteopatia, a origem destes sintomas está associada, na generalidade dos casos, a uma alteração da base do crânio que condiciona o normal funcionamento do nervo vago. Ele é o grande responsável pela inervação parassimpática de muitos órgãos e vísceras presentes na caixa torácica e abdominal e , quando afetado, pode produzir sintomas em qualquer um deles.


Estas alterações nos recém-nascidos, na maioria dos casos, surgem pelo mau posicionamento do bebé nas semanas que antecedem o parto. Quando não existe um “encaixe” perfeito da cabeça em relação à pélvis da mãe surgem tensões e modificações da forma do crânio que podem produzir congestão do foramen jugular e, com isso, compressão do nervo vago. Outras disfunções podem surgir como as vertebrais que induzem um desequilíbrio orto-simpático e ainda a alteração do diafragma que produz alterações na pressão intra-abdominal.


O tratamento osteopático, nestes casos, incide sobre o aparelho músculo-esquelético, estruturas osteo-tendinosas, musculares e fasciais mas também sobre o sistema nervoso, digestivo e respiratório, no sentido da reposição, através de suaves manipulações, do equilíbrio crânio-encefálico. Assim sendo, deve ser levado a cabo o acompanhamento durante o crescimento a cada 3 meses até ao ano e de 6 em 6 meses até aos 3 anos e depois de ano a ano, até à idade adulta. (na ausência de qualquer patologia ou disfunção a intervencionar).

Informações e Cuidados Adicionais em Relação à Micropigmentação


Micropigmentacao fio a fio

‌A técnica de sobrancelha fio a fio trata-se de uma micropigmentação que atinge apenas a camada superficial da pele, ou seja, a epiderme.

Com um aparelho em forma de caneta, o designer de sobrancelha para reproduzir um efeito de preenchimento natural das sobrancelhas.

O desenho é feito fio por fio, por isso o resultado é bem natural.


HENNA

‌As sobrancelhas de henna não duram muito, cerca de 15 dias.

A durabilidade da henna está muito relacionada com o tipo de pele. Em peles oleosas a durabilidade é bem menor do que em peles secas. Perfeito para uma ocasião especial, uma festa, um casamento, ou até mesmo para ter uma ideia de como ficaria avançar com a micropigmentacão.


Micropigmentação Shadow

‌Esta técnica reinou por muito tempo e estava considerada ultrapassada com a chegada de técnicas mais modernas e eficientes de fazer a micropigmentação, gerando um resultado mais natural.

Porém, esta técnica sofreu uma reviravolta, com variações mais suaves como por exemplo, a Makeup Shadow, que possibilita um efeito “degradê”, leve no início e que dá a impressão de maquilhagem marcada.


O que é a radiofrequência?

‌É uma técnica não invasiva usada em diversas áreas da medicina e também no antiaging intímo.

Como funciona no antiaging íntimo?

‌Aplicada no tecido externo da vulva e no interior da vagina promove aquecimento local controlado dos tecidos, melhorando o seu aspeto e otimizando todo o seu funcionamento.

Como se executa?

‌A radiofrequência é aplicada localmente através de uma pequena sonda estéril.

Onde se executa?

‌Num espaço preparado para o efeito, com total privacidade e de forma reservada, desde a entrada à saída da clínica.

Quem executa?

‌Uma enfermeira especializada.

Quem pode fazer?

‌Mulheres saudáveis com exame ginecológico normal.

É doloroso?

‌É realizado no máximo em meia hora, não causa dores podendo retomar-se a vida normal de seguida.

Impedimentos

‌Não pode ser realizado com menstruação.

Pode ter relações sexuais no dia anterior e no próprio dia.

Quantas sessões se fazem?

‌Geralmente 3, semanalmente, durante 3 semanas seguidas.

Quais os resultados?

‌Geralmente os resultados sentem-se logo após o primeiro tratamento e consistem em:

@secretbeauty_esthetic